Sandra Ribeiro
_________ 35.069 Leituras _________
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
Textos

ENTRE CANTOS E RECANTOS NESTE  
DIA DA TERRA.



Lindas praias, em que o sol se fazia presente todos os dias; extensas florestas, ricas em suas faunas, com seu colorido fazendo inveja a maior apoteose carnavalesca; montanhas em neve servindo de calendários as cozinhas de nossas avós. Onde estão? 

A temperatura da terra vem subindo gradativamente, dia após dia. O fato não ocorre em regiões isoladas, mas em todo planeta. Causado pela emissão de gazes poluentes na atmosfera, o fenômeno tem sido motivo de preocupação aos pesquisadores.

O aquecimento global tem provocado alterações climáticas devastadoras. Derretimento de calotas polares, aumento do nível das águas oceânicas, furacões, terremotos, ciclones, regiões virando desertos, enchentes devastadoras, espécies em extinção devido ao calor.


O homem, em toda sua conquista cientifica, com revoluções industriais e invenções sem limites, tem perdido o domínio sobre o planeta, que, aos poucos, vem dando gritos de alerta. Ele foi o grande vilão a produzir tal feito, cabe-lhe a missão de resolver este problema.

Se colocarmos em prática medidas que solucionem e não aumentem o aquecimento global nossos netos poderão passear pelas praias, florestas, e montanhas que nossos avós tanto desfrutaram.

----------------------------------------------------------------------------------
 

“TERRA EM CHAMAS” (Sandra Ribeiro)
                 
Emoldurada de graça a natureza,
Encantando-nos com tua beleza
Por si só exuberante perfeição.
Bela terra, saudando em palmas,
Em equilíbrio, sem perder a calma,
Harmonia presente em razão.
 
Vão se os dias grita a atmosfera
Reclamando pelo mal que a altera
 Não hesita, elevando a temperatura.
Compromete-se o homem em ciências
Perde o rumo e também a coerência.
Conquista o mundo e o assola em aventura.
 
Outrora, o que nos foi tal melodia.
Ganhou força, é real em nosso dia.
Neste ecossistema mudando...
O sertão transformando-se em mar,
Em meu coração habita este pesar
O mar em sertão transformando.
 
 
Sandra Ribeiro sp
Enviado por Sandra Ribeiro sp em 22/04/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Direitos autorais registrados